grl pwr

Vou dizer, ou escrever, que é um grande desafio pensar em um post para o Dia Internacional da Mulher – sem cair nos clichês com os quais já estamos pra lá de acostumadas. Acho que podemos começar com um parabéns? Parabéns por este dia. Espero que ao menos hoje, você tenha reservado um tempinho para você fazer algo por você – se não, ainda dá tempo!

Como nós todas bem sabemos, o Dia da Mulher não é somente flores e celebrações de feminilidade, mas uma lembrança de todo o caminho que ainda nos falta percorrer para conseguir igualdade, mesmo depois de 40 anos da sua criação. 8 de março foi definido como tal pela ONU, em 1975, e tem origem em manifestações de mulheres russas por melhores condições de vida e de trabalho.

E não é preciso muita pesquisa pelos relatórios por aí para perceber que nos encontramos muito longe de uma situação atual, apesar dos diversos progressos. Segundo o Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas, o número de empreendedoras cresceu 21,4%. O de homens cresceu 9,8% no mesmo período.

O mesmo anuário mostra que mulheres que estão montando o seu próprio negócio são bastante jovens: 41,3% têm entre 18 e 39 anos e 52% têm entre 40 e 64 anos. Cerca de 40% delas são chefes de família, sendo que a maioria (70%) tem ao menos um filho. Por outro, o salário das mulheres equivale a 73,6% do rendimento médio recebido por homens: R$ 1.614,95 contra R$ 2.195,30, segundo pesquisa do IBGE de 2013.

Esse mesmo cenário que mostra pequenos avanços, prova também que não vivemos em um mundo feminista, ou sequer igualitário. Essa desigualdade não parece tão notável em nosso dia-a-dia, pois estamos bem acostumadas com o que sempre nos foi dito.

Por aqui a gente se considera meninas de sorte nesse sentido, já que sempre fomos incentivadas pela nossa família, principalmente quando falamos do sonho de abrir nosso próprio negócio.

Fomos criadas para conquistar a nossa independência e estamos rodeadas de exemplos de mulheres que a alcançaram. Lutamos pelo nosso próprio dinheiro, trabalhamos – e muito – nos fins de semana e arrumar a casa ou cozinhar estão nos últimos itens de prioridade.

Hoje, o nosso desejo é que todo mundo seja um pouco mais feminista. Afinal, o feminismo por definição, objetiva os direitos iguais a partir da libertação de padrões opressores baseados em normas de gêneros. Descomplicando: igualdade entre homens e mulheres. Se o mundo fosse feminista, as mulheres não receberiam menos que o homem, exercendo o mesmo cargo. Também não se sentiriam intimidadas a se tornarem donas do seu próprio nariz, só porque “os caras não curtem as independentes”. Teriam filhos e, naturalmente, não seriam desencorajadas a continuarem crescendo profissionalmente. Teríamos mais líderes e, sem dúvidas, seríamos mais unidas.

Mudanças podem ser delicadas, mas são bem-vindas. Neste caso são particularmente necessárias e urgentes. Afinal de contas, você sempre teve poder, acontece que nesse mundo, nós temos que aprender a perceber por nós mesmas.

Compartilhar:
Tempo de leitura: 2 min

Começo de ano é sempre a melhor hora de colocar ordem na vida, e porque não aproveitar e reorganizar o guarda-roupa? Doar o que não serve mais, guardar as peças de outras estações e deixar as preferidas mais acessíveis. Por isso achamos esse momento super adequado para esse post.

Diz aí, você é do tipo que guarda o pijama na mesma gaveta do vestido de festa? É daquelas que não consegue de jeito nenhum encontrar a calça comprada na temporada passada? Cuidado! Um closet mal organizado conduz à falta de estilo. Por quê? Ora, é muito mais difícil apostar em novas composições e ousar em misturas para quem não consegue visualizar o que tem. Portanto, deixe a preguiça de lado e mãos à obra. Confira algumas dicas essenciais que reunimos e vão colaborar – e muito – para essa tarefa:

1. Para começar, retire o que está em desuso por mais de um ano. Se você não usou neste período, dificilmente voltará a vestir. Exceções podem ser as peças com valor sentimental ou as com um design diferenciado.

2.  Ao comprar uma peça nova, sempre elimine a similar já gasta. Porém, calças jeans e camisetas valem uma segunda avaliação, afinal, elas podem ficar ainda mais charmosas em estado “podrinho”, ou como dizem por aí – destroyed. E mais, peças jeans com um ar vintage estão super em alta!

3. Em um armário bem organizado, cada peça deve estar em seu devido lugar e o mais exposta possível. É indicado colocá-las por modelo: calças, vestidos longos, vestidos curtos, casacos, tops, saias e por aí vai…

4. Organize ainda as peças por situações/programas. Exemplo: roupas de trabalho, roupas de sair, roupas da semana, roupas de final de semana, de praia, de frio. Aqui escolha a divisão que mais faz sentido dentro da sua rotina. 😉

5. Ordene as peças por cores, do claro ao escuro ou vice-versa. É fundamental, pois deixa o armário lindo e harmonioso, e fica ainda mais fácil gostar de tudo. E a vontade de usar peças diferentes até aumenta!

6. Dica óbvia, mas esquecida por muitos: deixe à vista o que usa mais e ao fundo o que usa menos. Isso facilita a exposição do máximo número de peças.

7.  Malhas de cashmere e tricôs em geral devem ser dobrados e, se possível, guardados em sacos que os protejam do pó. E eles jamais devem ser de plástico. O ideal são os modelos em tecido e furadinhos. Os sacos de filós são perfeitos, assim como os de TNT. Guardar as peças da maneira correta é essencial para o aumento da vida útil das mesmas…

8. Casacos devem estar nos cabides certos, bem estruturados. Guarde-os abotoados, assim como as camisas, que devem ter sempre o primeiro e o último botões fechados.

9. Roupas de festa leves ficam melhor em cabides. As mais pesadas devem ser guardadas em caixas. Por sinal, use e abuse delas, dê preferência aos modelos com ventilação e também transparentes para que você consiga ver tudo que possui.

10. Bolsas precisam de enchimento e devem ser guardadas de pé – as estruturadas – ou deitadas – as mais molinhas.

11. Os sapatos devem assentar sobre a superfície, como no chão. Evite guardá-los em caixas, onde acabam amassando, mofando e perdendo a forma. Os menos usados podem ser recheados com papel para manter a modelagem perfeita.

12. Os cintos não devem ficar enrolados. Dependendo do material, essa forma de armazenamento pode ‘quebrar’ a textura, como acontece com o couro, por exemplo. O melhor jeito de guardar cintos é os pendurando pela fivela para manter o formato original. Use a porta do armário ou um cabide específico. Se o modelo não tiver fivela, guarde assentado sobre alguma superfície, como prateleira ou gaveta.

13.  Não enrole peças separadas umas nas outras para prendê-las – sejam meias ou biquínis – pois elas acabam deformando. Os tecidos não têm tanta resistência para alargar e voltar ao original. Escolha uma gaveta ou caixa para armazenar estas peças, que pode ser enroladas.

14.  Cabides merecem um capítulo a parte, afinal, a escolha correta é fundamental na conservação das roupas. Para as roupas do dia-a-dia, como jeans, jaquetas, vestidos em materiais mais casuais, podem ser usados cabides de plástico, que têm pequenos ganchos para prender alças e fios. Já para roupas mais delicadas, como tops e vestidos em materiais nobres, os acolchoados são mais aconselháveis. Para casacos estruturados, de alfaiataria, os cabides com estrutura mais larga e anatômica, inclusive de madeira, são os mais indicados.

15. Entulhar o armário também estraga as peças. Um nicho abarrotado de cabides provavelmente está esmagando as roupas – e o mesmo vale para pilhas lotadas. E um bom armário também deve ser arejado. Caso não seja, precisa ser freqüentemente aberto e limpo.

16. Para quem tem armário pequeno em relação ao número de peças, a dica é armazenar estações em caixas e guardá-las. No verão, guarda-se o inverno, e vice-versa. O mesmo vale para as peças menos usadas.

Agora fica mais fácil, não é?

Mil beijos, Fernanda e Paula.

 

Compartilhar:
Tempo de leitura: 4 min
DSC_1386

Se fazer umas comprinhas já é algo maravilhoso, capaz de melhorar o humor de qualquer mulher, imagina então adquirir aquela roupa que você desejou durante os últimos meses por um precinho mais amigo: é ou não é pra ficar com um sorriso de orelha a orelha? Então, para começar ainda melhor 2017, muita atenção para a seleção que fizemos das nossas peças preferidas que entraram na nossa sale!

E como sempre, para agradar a todas, nossos eleitos são democráticos e estão em todos os #moods! Para as básicas, jeans junto do branco, mais versátil impossível. Já as clássicas provavelmente preferirão as blusinhas b&w, atemporais e à prova de tendências. Quem adora tendencinhas vai pirar com os paetês ou metalizados, atuais e capazes de dar um mega up no look na hora. Já deu pra sentir o cheiro de bons achados no ar, certo? Para conferir todas as nossas escolhas e finalmente arrematar aquele par dos sonhos por um valor esperto é só continuar por aqui:

8

A mistura do azul clarinho com o coral aqui ficou perfeita e mais a cara do verão impossível… Já estamos até te imaginando tomando um belo drink para fugir do calor assim 😉

1

Jardineira de tecido plano, junto com um body bem justinho… Temos certeza que essa composição vai deixar os seus dias muito mais bonitos!

2

É certo, o nosso queridinho do verão é o macaquinho… Afinal existe peça mais prática do que ele? E o melhor, só não dá para usar ele no escritório, porque em todos os outros #moods é só colocar os acessórios corretos!

3

Branco <3 é uma das nossas cores preferidas! E viu só como um vestido que provavelmente nós só imaginaríamos em uma festinha fica lindo em uma produção mais despojada?

7

Uma das nossas blusinhas atemporais que falamos lá no início do post… Com detalhe plissado ainda, nós amamos, e é a hora certa de você aproveitar para compra-la!

4

Esse é o look que mais nos surpreendeu dessas últimas fotos… Vai dizer que ele não dá vontade de curtir um dia perfeito de verão?

5

Short-saia combinado de um body num verdinho irresistível… <3

6

Paetê e plissado… Duas das principais tendências desse verão, agora por um precinho bem mais amigo! 😉

9

Nosso longo branco, aproveite-o em um pôr do sol lindo ou em um jantar especial.

E aí, o que achou? A nossa sale está funcionando de um jeito para você adquirir todas as peças que já ficou com vontade antes… Com descontos progressivos, da seguinte forma:

Uma peça, 20% de desconto.

Duas peças, 30% de desconto.

Três ou mais peças, 40% de desconto.

Logo, quanto mais você levar, você vai acabar ganhando algumas peças na faixa. Não é ótimo? Venha falar com a gente que vamos adorar te ajudar a aproveitar o máximo e fazer ótimas aquisições!

Mil beijos, Fernanda e Paula.

Compartilhar:
Tempo de leitura: 2 min
DESTACADA

Chega o mês de janeiro e com ele a época que a gente mais adora: a temporada de liquidações! Com tantos gastos no final do ano as marcas parecem saber o quanto precisamos daquela ajudinha para dar um “up” no guarda-roupa. Mas nem sempre somos capazes de escolher as melhores peças por estarmos atraídas demais com os descontos oferecidos, não acha? Por isso estamos aqui para te auxiliar com algumas dicas que podem ser muito úteis ao fazer essas escolhas. Afinal, compra consciente é a melhor coisa que existe. Vem cá ver:

  • Custo X Benefício

Essa é a nossa dica preferida para todas as ocasiões de compras – afinal precisamos valorizar o nosso dinheiro, não é mesmo? E basicamente é pensar antes de comprar qualquer coisa, para fazer valer o valor gasto e para ter certeza de que a nova aquisição vai acrescentar dentro do armário. Dessa forma, é necessário avaliar seu estilo de vida/rotina e os possíveis usos para “calcular” quanto é esperto gastar em cada tipo de roupa.

Vamos ver se conseguimos te explicar melhor… O valor que você gasta em uma roupinha deve ser equivalente às quantidades de uso da mesma. Logo, quanto mais a gente usa uma peça, mais ela vale o que pagamos por ela. Isso é ótimo para lembrar que não vale tanto a pena gastar horrores naquele vestido longo para ir à formatura da amiga: isso porque é bem mais inteligente gastar no que a gente usa todo dia, durante bem mais tempo, como por exemplo, para trabalhar.

Achamos que sempre podemos achar peças que encaixarão no segundo grupo nas liquidações, e com o valor menor, o benefício será ainda maior! 😉

  • Invista no que combina com você

De nada adianta comprar roupas que não representem aquilo que você demonstra nos mais diversos detalhes em todos os dias da sua vida. Portanto, aposte nas cores que você está habituada, nas que você mais ama e nas que mais destacam a sua beleza. E também nos tecidos que te fazem se sentir mais confortável e de bem com a vida 🙂

Mas também vale lembrar que as vezes precisamos sair da nossa zona de conforto… Então, se for para investir em tendências essa é a melhor época. Afinal, será ótimo abusar dos descontos para testar algo novo para você!

  • Faça uma lista de prioridades

Acho que toda mulher tem uma listinha – nem que seja mental – de peças que precisa ter. Mas se pensarmos bem na verdade, a gente não precisa de nada. Mas todas nós podemos ter coisas que façam a diferença no armário, no vestir de todo dia, e principalmente, na vida prática. Para gente esses itens são aqueles que temos vontade de usar sempre, como: uma bela de uma calça jeans, um ótimo blazer para curar o friozinho do escritório, aquele pretinho básico que vai ser ótimo no dia do happy hour, aquela t-shirt basiquinha com a malha gostosa que não dá vontade de tirar, entre alguns outros. Pense no que você precisa para facilitar o máximo o seu dia-a-dia!

  • Combinando a peça

Antes de ir até o caixa e passar o cartão, pense em pelo cinco combinações para a sua nova aquisição. Imagine  coordena-la com as suas outras compras e principalmente com o que já tem em casa. Nós por aqui gostamos de pensar se a peça se encaixa na maioria dos nossos moods, porque dessa forma invariavelmente ela será bem aproveitada.

E aqui vamos te lembrar que na nossa promoção fica ainda mais fácil. Afinal, você pode nos receber no conforto da sua casa e já experimentar todas as nossas ofertas com as peças que você já possui. Não seria ótimo? Além de fugir de todo o trânsito dessa época do ano 😉

  • Peças únicas

São uma escolha certa e que se aplica a quase todos os itens anteriores… Afinal, quando você for usá-la, terá que pensar em bem menos coisas. Coloca na listinha então os vestidos e macaquinhos, e antes dê uma olhada em quais cores você já possui para acrescentar algo que seja um pouco diferente do que você já está acostumada.

Gostou das nossas dicas? Esperamos que aproveite, pois semana que vem tem promoção aqui na Dressy. Fique de olho, os preços estão ótimos!

Mil beijos, Fernanda e Paula.

Compartilhar:
Tempo de leitura: 3 min
DSC_0103

Escrever esse texto está parecendo um pouco estranho, já que só estamos por aqui há pouco mais de três meses. Mas mais ainda seria se não escrevêssemos nada… Afinal, nossa ideia com o blog sempre foi compartilhar o máximo possível com você nossa cliente, e esse tempo foi tão especial que precisávamos nos despedir de 2016. <3

Sem dúvidas esse foi o ano mais intenso em toda a nossa vida… Até porque tivemos mais de 200 vendas, 18.392 curtidas somente no Instagram, 344 fotos publicadas, 35 vídeos publicados, 60 posts no blog, 560 comentários, 1.009 curtidas na página do Facebook, 115 clientes cadastradas, 8 parcerias firmadas e sorrisos compartilhados… que felizmente já perdemos a conta!

Foi o ano da mudança, e da busca para realizar o nosso sonho. Mas fica tão fácil todo esse trabalho quando realmente queremos fazer acontecer. Ao longo desse tempo precisamos muito do apoio da família, dos amores e amigos. Mas muito mais do que isso, precisamos também que eles entendessem a nossa ausência. Afinal, já faz algum tempo que a Dressy está ocupando o primeiro lugar na lista de prioridades…

Hoje estamos aqui já ansiosas por todas as surpresas que 2017 vai nos trazer. E o melhor da virada de ano é isso… Fechar os olhos e lembrar do momento exato em que colocamos toda a fé do mundo nos próximos 365 dias. Nesse momento, com a empresa no ar e acontecendo, entendemos tudo o que não foi, e principalmente o que deixou de ser para trazer algo melhor. Isso nos faz perceber o que era para acontecer… Que além de tudo do que imaginávamos lá em setembro, acabou construindo uma linda história de se contar. E o melhor, nos ensinou tudo que deveria ensinar… É incrível pensar o quanto podemos mudar e aprender em tão pouco tempo!

2017 vai ser diferente, também cheio de mudanças e surpresas, mas igualmente necessário. Que seja incrível, e cheio de vida. O resto a gente faz acontecer, e vamos adorar fazer com você sempre aqui do nosso lado!

Mil beijos, Fernanda e Paula.

Compartilhar:
Tempo de leitura: 1 min
thumb_DSC_0762_1024

Está terminando mais um ano. Como foi 2016 para você? Quais foram as suas realizações? Alcançou todas as metas planejadas até agora? Se não, que tal já conseguir traçar as do ano seguinte com alguns passos simples?

1° passo: Liste todas as suas metas.

2° passo: Estipule um prazo para todas elas. Fica muito mais fácil atingi-las quando estabelecemos um tempo para serem alcançadas. Exemplo: abril/2017 ou 4 meses.

3° passo: Pense em cada uma, e se elas são específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais.

O que é ser específico? É não colocar uma meta genérica. Por exemplo: ser um profissional bem sucedido ou ser feliz. É colocar exatamente o que você quer conquistar. Exemplo: inglês avançado. E mensurável é você ter capacidade de medir o alcance da meta. Tendo como exemplo: para medir o conhecimento avançado nesse idioma você pode fazer uma prova em instituição internacional que comprovará o seu nível.

O que é ser alcançável? Para uma grande meta ser atingida, é necessário realizar submetas, que são aquelas menores. E uma vez não cumpridas, a grande meta não virá. Exemplo: para ter inglês avançado, pode ser necessário estudar 1 hora por dia, assistir filmes em inglês e fazer um curso presencialmente (2 horas por semana). Também é importante avaliar se as submetas dependem do seu próprio esforço. Pois quando necessitam de terceiros, fica mais difícil conquistar a meta principal…

E o que é ser relevante? É identificar o que vai te motivar para conquistar dia após dia execução dessas submetas. Qual o propósito de ir em busca da realização da grande meta? Exemplo: ter inglês avançado vai abrir as portas em empresas multinacionais. E o temporal já comentamos no 2° passo. É muito importante estipular um período para a conquista da meta.

Esperamos que você alcance tudo o que planejar em 2017 e que tenhamos um ano lindo pela frente!

Mil beijos, Fernanda e Paula.

Compartilhar:
Tempo de leitura: 1 min
IMG_4983

 

Pessoas de sucesso geralmente enxergam tudo de uma forma mais sistêmica e entendem que bons hábitos serão importantes no futuro. Ser mais saudável, controlar o stress e manter suas finanças em ordem requerem um certo esforço no início, mas ao longo do tempo eles certamente farão parte da sua rotina.

Mas como cria-los de uma maneira leve sem se castigar diversas vezes ao dia? Não é fácil, porém com alguns truques você pode conseguir. Olha só 🙂

  1. Estabeleça pequenas metas.

Não comece com os dois pés. Se você quer realizar mudanças radicais, como largar o café, fast food, álcool, ter uma rotina de exercícios enquanto faz um novo curso, você vai fracassar. Mude aos poucos e faça devagar, assim os maus hábitos sumirão e você poderá partir para o próximo rapidinho. E quando menos perceber sua vida estará completamente mudada.

  1. Cadeias de comportamento.

Ao estabelecer as pequenas metas, pense em uma maneira de uni-las às suas antigas tarefas, para assim criar uma cadeia de comportamento. Como por exemplo, nas quartas-feiras à noite, ao chegar em casa, antes de se permitir vestir aquela roupinha confortável – como todas nós fazemos – ponha as roupas para lavar e troque as roupas de cama, e somente depois disso coloque o pijama para assistir um Netflix. Faça isso toda a semana e dessa forma terá um hábito que gera roupas limpas e um bom cantinho para dormir. Isso pode ser usado para todos os hábitos que desejar mudar, tente em algum. 😉

  1. Não pensa “Vou fazer amanhã”.

Amanhãs nunca chegam e dietas não precisam começar na segunda-feira – novos hábitos são frágeis e qualquer coisa que não agradar sobre um deles tem o potencial de se tornar uma desculpa. Pequenos exemplos, escolha uma academia que esteja no seu trajeto de casa, não uma fora de mão. Isso vai com certeza te ajudar a não postergar a sua ida. Fica a dica: pense em tudo o que precisa fazer para tirar as tentações de não fazer.

  1. Crie “colas” visuais.

Criar elementos visuais pode te ajudar a enxergar o seu objetivo. Eles vão te auxiliar quando precisar lembrar do motivo por estar mudando certas atitudes. Post its são ótimos, e no começo de uma mudança de rotina evitam que você esqueça o que tem para fazer. Nas primeiras semanas faça isso, assim chegará mais rápido onde deseja.

E aí, gostou? Fala pra gente se tiver alguma dica interessante, vamos adorar saber!

Mil beijos, Fernanda e Paula.

 

Compartilhar:
Tempo de leitura: 2 min
DSC_0499

Quem é que não ama conseguir comprar aquela peça-desejo por um precinho mais amigo? Melhor ainda quando o desconto acontece nas lojas que amamos e nos mais diversos artigos que precisamos, exatamente o caso que acontece durante a Black Friday! E para quem não sabe, a Black Friday surgiu nos EUA e acontece em toda última sexta-feira do mês de novembro, logo após o dia de ação de graças, uma das datas mais celebradas.

Nessa data ocorrem descontos inacreditáveis por somente 24 horas, e muita gente já aproveita para adiantar todas as compras de Natal. O mais legal disso tudo é que a cada ano que passa a data tem se fortalecido aqui no Brasil – a gente mal pode esperar por ela, já estamos até com a nossa listinha de desejos pronta, e você?

time to shop

Nos aproximando da primeira Black Friday da Dressy, é claro que nós não podíamos ficar de fora. Logo, esse post é para te explicar como tudo vai funcionar! Olha só:

  1. Nossa Black Friday vai funcionar somente na sexta-feira.
  2. Para adquirir as peças você tem duas possibilidades: ou fazer uma visita no nosso showroom, por aqui estaremos com tudo organizado para te receber das 8h às 20h. Ou então através do nosso WhatsApp – (48) 99606-3024. Por lá nós te mandamos o nosso catálogo que conta com todas as peças disponíveis no momento – assim você só precisa escolher!
  3. No caso da venda através do WhatsApp te mandamos uma solicitação de pagamento do Pagseguro, e você o realiza como qualquer outra compra na Internet, bem fácil!
  4. Ah, e o mais importante! O desconto vai ser de 30% em todas as roupas e de 10% em todos os acessórios, não dá para ficar de fora hein?

arte de por de

Gostou? Não esqueça que compra consciente é a melhor aquisição que existe. Faça uma pequena lista de tudo que você está precisando, por aqui nós vamos adorar te ajudar!

Mil beijos, Fernanda e Paula.

Compartilhar:
Tempo de leitura: 1 min
DSC_0340

Já parou para pensar o que você compra com R$200?

Ao realizarmos uma compra, vivemos nos perguntando se o item realmente valeu a pena e será bem aproveitado. Mas acreditamos que existem coisas que serão sempre um bom investimento, seja um sapato, uma boa saia preta ou uma blusinha branca para se combinar com tudo. Se o valor for mais baixo então, missão cumprida! Portanto, se você também não resiste a roupas e a um bom desconto, vai gostar desse post.

A verdade é que todas nós adoramos a sensação de arrematar aquela peça desejo a preços baixos. E bem sabemos que esse período de Black Friday é a oportunidade perfeita para renovar o guarda-roupas. Já que está chegando, nos desafiamos a montar cinco looks completos que custam menos de R$200. E não é que foi mais fácil do que a gente pensava?

Olha só como é possível garantir boas peças sem pagar caro!

DSC_0361
DSC_0358

A primeira já vem com o melhor preço. De R$178 por R$124,60 você adquire essa blusa com detalhe em ilhós e essa sainha preta, perfeitos para o mood #work. Já te falamos o quão útil é a nossa saia de fenda, né? Até passamos uma semana inteira usando ela, olha só aqui.

DSC_0343

DSC_0342

Aproveitamos a mesma blusinha e trocamos a saia pelo nosso short branco com detalhe de fenda. Ficou arrumadinho e ainda assim super confortável. Ideal para curtir aquele #dayoff ensolarado. E o valor? Melhor ainda, de R$228 por R$159,60.

1. 10182C

DSC_0354

Todo mundo precisa de uma camisa branca. Seja para o trabalho ou sair por aí, ela nunca tem erro. Aposte com um shortinho mais básico e tenha um look #bonvoyage inteiro de R$248 por  R$173,60.

DSC_0473

De R$248 por R$173,60 – você garante duas peças que arrematadas com um salto podem ir tranquilamente para um jantarzinho ou happy hour. <3

DSC_0427DSC_0432

Não resistimos ao colocar um short mais despojado à blusinha toda arrumada e criar um look #dayoff. É fresquinho e você pode curtir também, de R$248 por R$173,60.

Gostou? A nossa Black Friday vai funcionar exclusivamente na sexta-feira, dia 25/11. Se você deseja aproveitá-la as vendas funcionarão no nosso showroom ou através do nosso WhatsApp (48) 99606-3024. Vem falar com a gente que te mandamos todas as peças disponíveis.  Ah, vale lembrar que os descontos são apenas para esta data, nos outros dias atendemos com o valor normal.

Mil beijos, Fernanda e Paula.

Compartilhar:
Tempo de leitura: 2 min
DSC_0480

 

Hoje em dia estamos constantemente buscando uma fórmula de como produzir cada vez mais e em menos tempo. Por que será que alguns conseguem chegar ao fim do dia satisfeitos com seus resultados, enquanto outros sentem uma grande dificuldade? Uma coisa é certa, todas nós temos as mesmas 24 horas para alcançar nossos objetivos e realizar nossos sonhos… Então, hoje te damos algumas dicas de como conseguir fazer um pouco mais durante o seu dia. 🙂

  1. Escreva.

Quando se trata de trabalhar, eu pelo menos, preciso escrever tudo com uma caneta em um papel. Se essa não é uma necessidade sua, você pode usar um bloco de notas ou qualquer aplicativo com essa função. Mas o segredo aqui é conseguir seguir uma ordem e ter certeza que não vai esquecer de nada. Afinal, como você vai conseguir fazer tudo se você não sabe nem o que precisa estar fazendo? E também o fato de escrever significa que ao realiza-las é possível dar um check no final – o que pra mim é a melhor parte.

  1. Escolha as 5 prioridades do dia.

Essa dica eu encontrei esses dias em algum artigo sobre produtividade, e desde então eu venho aplicando. Escolha cinco atividades da sua lista que você deseja focar naquele dia. E quando você terminar essas primeiras atividades, volte a lista e escolha outra ou então tire uma pequena pausa. Isso vai te ajudar a não se sentir sobrecarregada, você vai ver 😉

  1. Sem distrações.

Todas nós adoramos pensar que conseguimos fazer mais de uma tarefa ao mesmo tempo. Eu venho tentando quebrar esse hábito, e eu te sugiro fazer o mesmo. Afinal, se você está fazendo somente uma atividade vai ser muito mais fácil realmente termina-la dessa maneira. Então, fecha as abas extras, desligue a TV, esconda o celular e foco. Confie, o resultado final vai ficar muito mais perfeito.

  1. Tire pequenos intervalos.

Coloque o despertador, e fale para você que naquele horário você precisa responder e-mails durante 30 minutos, e depois descanse um pouco. Ou qualquer outra tarefa mais simples. E também defina o tempo total de descanso, e faça qualquer coisa que vai te relaxar – deitar no sofá, jogar algo ou olhar um pouco o Facebook. Isso vai ajudar a tirar um pouco da pressão de ter que terminar tudo 😉

  1. Pequenas recompensas.

Escolha pequenas recompensas para um dia produtivo ou até para uma semana produtiva. Pense em pequenas recompensas ou até se você finalizou um grande projeto, vale pensar em uma grande recompensa.

Algumas ideias de recompensas…

  • Jantar fora com as amigas ou namorado;
  • Assistir um episódio da sua série favorita;
  • Ler um livro;
  • Sair para dar uma volta na praia – de preferência sem a menor pressa.
  • Uma massagem;
  • Dia de princesa no salão;
  • Tomar um vinho;
  • Ir ao shopping comprar um look novo para sexta-feira;
  • Enfim, tudo que te fizer relaxar por um tempo…

E quem sabe se o projeto realmente der certo, será que não valeria a pena planejar uma viagem para comemorar? Acho que pensando dessa forma a motivação até aumenta, não é mesmo?

Mil beijos,

Fernanda.

Compartilhar:
Tempo de leitura: 2 min
Page 4 of 6« Primeiro...3456